Paripe.net

BCS promove dia especial e faz doações para crianças de abrigo em Tubarão

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


BCS promove dia especial e faz doações para crianças de abrigo em Tubarão
Foto: Camila Souza/GOVBA

Um ato de solidariedade e carinho proporcionou uma manhã especial para 87 crianças e adolescentes atendidos pelo Lar Pérolas de Cristo, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, nesta quinta-feira (17). A Base Comunitária de Segurança (BCS) de Fazenda Coutos realizou a distribuição de roupas, agasalhos, sapatos e brinquedos arrecadados na comunidade e através de parcerias com instituições religiosas e alunos de uma universidade particular de Salvador. Atividades lúdicas também fizeram parte da programação. 


A iniciativa integra o conjunto de ações propostas pelo programa estadual Pacto pela Vida. “É sempre muito gratificante poder ajudar a quem mais precisa. Esse é o principal objetivo de todas as BCS. As ações trazem um benefício muito grande para instituições como essa. São crianças e adolescentes que precisam muito desse suporte. Nós estamos honrados por promover algo desse tipo”, afirma a comandante da BCS de Fazenda Coutos, capitã Lilian Carvalho. 


A capitã acrescenta que a BCS está preparando um evento especial para 12 de outubro (Dia das Crianças). “Estamos fazendo orçamentos e trabalhando para levar um dia muito especial, desta vez para 50 crianças atendidas pelo Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil [NACCI] e de uma creche de Salvador. Quem quiser participar e doar basta procurar nossa unidade, localizada na Rua Almeida Júnior, em Fazenda Coutos, ou ligar para o telefone 3115-2585. É um gesto que faz toda a diferença”.


O Lar Pérolas de Cristo acolhe vítimas de violência e em estado de vulnerabilidade social. Para Vilma Lima, funcionária do abrigo, a iniciativa reforça a aproximação das crianças com a Polícia Militar. “Elas ficam mais integradas e se sentem mais seguras. A PM trazendo doações dá um suporte e cria um vínculo com essas crianças e jovens. É uma iniciativa maravilhosa.”


Solidariedade


A ação teve a participação de voluntários, alunos e funcionários da Universidade Salgado de Oliveira. Morador da comunidade, Milton Pereira participou da atividade como palhaço. “É o trabalho mais fácil do mundo, porque não tem como descrever a felicidade de trazer o sorriso para uma criança, ainda mais para aquelas que enfrentaram situações difíceis. Todos que puderem devem fazer a sua parte. São ações mínimas que mudam a realidade de quem precisa”, destaca.