Paripe.net

Hospital do Subúrbio desenvolve estratégias para diminuir desperdício

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Hospital do Subúrbio desenvolve estratégias para diminuir desperdício
Foto: Reprodução

Você sabia que a comida que sobra no seu prato falta em muitas casas? O ato de levar o garfo à boca vem definindo se os nossos hábitos alimentares são ou não saudáveis. Manter uma refeição balanceada e nutritiva tem se tornado uma verdadeira batalha.


A urbanização e o processo de globalização mudaram para pior o cardápio da "modernidade". E é cada vez maior o consumo de alimentos pobres em nutrientes. É a indústria da comida rápida, dos embutidos, enlatados - alimentos que contribuem para aumentar o risco de obesidade, cânceres, entre outras enfermidades.


Apesar de demonstrar uma preocupação com a preparação e fornecimento de refeições saudáveis do ponto de vista nutricional e seguros do ponto de vista higiênico-sanitário, o desperdício de alimentos no refeitório de funcionários do Hospital do Subúrbio é recorrente.


Considerando a média nos últimos três meses, já foram para o lixo 752 quilos. De acordo com o cálculo de 850 gramas para cada indivíduo, esta quantidade daria para alimentar 884 pessoas.


A reeducação alimentar e a busca por uma dieta mais saudável são o caminho mais sensato para quem deseja levar a sério a qualidade da alimentação. Atualmente, o Brasil joga fora em torno de 26,3 milhões de toneladas de alimentos e apresenta um índice alto de subnutrição, gerando um dos mais sérios problemas de saúde pública no país.


Segundo a gerente da Unidade de Nutrição e Alimentação (UAN) do Hospital do Subúrbio, Ilca Lins, o planejamento da produção alimentar ajuda a reduzir custos, evitar desperdícios e controlar a qualidade, além de dar maior segurança nutricional.


"O processo de elaboração de refeição e sua distribuição consiste em um trabalho junto ao cliente para o conhecimento de suas preferências, bem como ações de conscientização do comensal, além de treinamento periódicos com os funcionários, visando objetivar a qualidade dos serviços e a redução do desperdício", destaca.


Assim, o bom desempenho da UAN provém de um planejamento de atos voltados aos seus objetivos, que garantem a alta produtividade e qualidade do produto servido, além de custos e desperdícios baixos, sendo este último fator de grande relevância no gerenciamento da unidade.


Para conscientizar os funcionários, a Unidade de Nutrição e Alimentação junto com a Assessoria de Comunicação e Inovação pretendem desenvolver estratégias de sustentabilidade, com a intenção de divulgar em tempo real as metas de desperdício.