Paripe.net

Obra para nova orla de Itacaranha começa até maio; reforma vai durar oito meses

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Obra para nova orla de Itacaranha começa até maio; reforma vai durar oito meses
Foto: Divulgação

As obras estão previstas para começar entre maio e junho deste ano, com conclusão em janeiro ou fevereiro de 2017. A licitação sai no próximo dia 29, data em que Salvador completa 467 anos.


“Eu não tive a oportunidade de ir nas reuniões, mas a gente ouve muita coisa e aí fica naquela expectativa. Aqui precisa de uma área de lazer para o suburbano, que não tem nada. Só aquela praia que cai o esgoto dentro, mas mesmo assim o pessoal toma banho”, diz Rute. Foram realizadas sete reuniões com moradores do bairro, segundo a prefeitura.


A presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), responsável pelo projeto, Tânia Scofield, explica que a obra na Rua Almeida Brandão compreende apenas a primeira etapa da requalificação de Plataforma e Itacaranha. Essa fase vai custar R$ 10 milhões, investimento integral dos cofres da prefeitura.


Intervenções


Serão cerca de três quilômetros da Almeida Brandão com piso intertravado – o mesmo que está sendo usado nos outros trechos de orla requalificados –, além de uma obra de drenagem, contenção de taludes, escadarias de acesso dos pedestres à rua e intervenções de paisagismo, com instalação de mobiliário urbano e a criação de pequenos recantos –  não há espaço para grandes praças.


“Ali tem um problema de drenagem gravíssimo. A gente está urbanizando a via como um todo. Ela tem um caráter bucólico, está margeando a Baía de Todos os Santos, e é estreita, tem os recantos que os moradores usam muito. A gente está trabalhando com mobiliário, iluminação, pavimentação, tanto ao longo da via, como na contenção, pela diferença de nível da linha férrea para a rua”, diz Scofield.


Toda a obra, incluindo a linha férrea e o outro lado da Rua Almeida Brandão, do mesmo lado da praia, inclui ainda a instalação de equipamentos de lazer e de esporte, além do ancoradouro de Plataforma e da piscina natural, também no bairro. Mas, segundo a FMLF, essa segunda etapa só começará com a implantação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), que vai substituir o Trem do Subúrbio, a cargo do governo do estado.

Informações: Correio24horas