Paripe.net

Obras de canalização de rios, urbanização e pavimentação em Nova Constituinte

Imagem Responsiva


As obras de implantação de canais desde o Rio Paraguari até a Rua da Glória, e do Rio Congo até o Rio Paraguari, no bairro de Nova Constituinte, no Subúrbio Ferroviário, estão concluídas em 90% do total e receberam a visita técnica do governador Rui Costa, nesta quarta-feira (21). Ele também acompanhou os trabalhos de complementação da requalificação urbana e infraestrutura na localidade de Barreiro, que já está mais de 70% concluídos. Juntas, as duas obras ultrapassam um investimento de R$ 14 milhões.

Rui explicou que a canalização dos rios está sendo realizada em uma região semelhante a uma grande bacia. “As pessoas, ao longo dos anos, foram ocupando essa região que alaga muito em época de chuva. Esta obra visa, justamente, resolver o problema de alagamento em uma comunidade de baixa renda. Aqui, com muito esforço, as pessoas conseguiram construir suas casas e comprar seus utensílios. Em época de chuva, há enchentes e as pessoas perdem tudo”.

O governador destacou ainda que os alagamentos também trazem uma série de doenças para a população. “Isso aqui não é só uma obra de infraestrutura, não é só para tirar as pessoas da lama, toda essa região vai ser asfaltada. O resultado final disso é que as pessoas terão local de moradia mais salubre, com menos possibilidade de contrair diversos tipos de doenças. Outro aspecto é a segurança das famílias, porque toda vez que chove, com os alagamentos, corre o risco de desabamento das casas”.

Rui Costa ressaltou ainda que a visita não é de entrega, mas de inspeção. “A obra está em andamento, nós vamos entregar no ano que vem, com o canal drenado, urbanização, pavimentação. Junto com o asfalto, nós estamos levando a macrodrenagem e a microdrenagem. Então temos acompanhamento da Embasa para aproveitar a obra e avançar nas metas de esgoto também”.

Moradores satisfeitos

Maílton Michel, 38 anos, é vendedor ambulante e morador da região há mais de 25 anos. Ele comemora a realização das obras. “Nós temos mais segurança e nossos imóveis são valorizados. Nós aqui vivíamos no barro, não passava carro, e hoje temos asfalto de qualidade. Melhorou muito”.

Adriano Silva é motorista do conhecido “carro do ovo”, que percorre as ruas do bairro vendendo produtos de feira e mercado para os moradores. “Trabalhar aqui antes era difícil. A rua era uma tragédia, cheia de lama, o carro não passava. Passar por aqui era uma dificuldade. Melhorou bastante”.

Urbanização

As intervenções são coordenadas pela Conder, companhia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur). O secretário de Desenvolvimento Urbano, Nelson Pelegrino, aponta as ações sociais realizadas em paralelo com as obras.”Hoje nós estamos fazendo alargamento e o revestimento do canal, e isso é muito importante. Mas, acompanhando isso, nós estamos fazendo também toda a requalificação urbana. Vamos fazer também cinco praças e no curso do canal nós teremos uma ciclovia”.

Segundo Pelegrino, o governador tem sido firme para que em todas as obras haja um diálogo entre as secretarias de Infraestrutura Hídrica e de Desenvolvimento Urbano, além da Conder. “O objetivo é para que a gente possa fazer também o esgotamento sanitário. Isso é feito para que, além da macrodrenagem, sejam feitas as ligações domiciliares e não haja mais lançamentos clandestinos nos rios”.

O diretor de urbanismo e habitação da Conder, Maurício Matias, explica que a canalização do Glória até o Paraguari possui 550 metros, e do Congo até o Paraguari mais 430 metros. Temos outras obras na região, onde um centro comunitário foi entregue em julho. Ao todo, são mais de R$ 40 milhões em investimentos nessa região da Nova Constituinte.