Paripe.net

Praça do Padre é entregue à comunidade de Fazenda Coutos

Imagem Responsiva


Praça do Padre é entregue à comunidade de Fazenda Coutos
Foto: Valter Pontes/Agecom

A Praça do Padre, em Fazenda Coutos, foi entregue requalificada na noite desta quarta-feira (11), deixando para trás a história de abandono do local. Localizada na Rua E, a praça foi construída em um antigo terreno, onde as crianças jogavam futebol em meio ao lixo despejado pela comunidade. Esse é o primeiro espaço de lazer completo a ser implantado na região. A cerimônia de entrega contou com a presença do prefeito ACM Neto e do secretário de Manutenção (Seman), Marcílio Bastos, entre outras autoridades, e foi recebida com festa pelos moradores.


A praça tem área de 445m². Para sua construção, foram investidos R$ 92 mil com recursos próprios da Prefeitura. O equipamento terá parque infantil para crianças a partir de 12 anos; espaço infantil para crianças de um a cinco anos com tela protetora; academia de saúde; academia de ginástica; bancos antivandalismo produzidos pela própria Prefeitura; pergolado; casa de Tarzan; castelinho; paisagismo; piso intertravado de alta resistência; e comunicação visual direcionada para cada faixa etária, conforme os atuais conceitos de educação infantil. Toda a área conta com elementos para facilitar a acessibilidade de pessoas que possuem dificuldade de locomoção.


O prefeito ressaltou, ao dirigir-se aos moradores da comunidade, disse que entregas desse tipo mudam a relação das pessoas com o espaço público. "Meu compromisso é ver a cidade e seu povo orgulhosos do que vêem. Hoje me orgulho de dizer que Salvador está muito melhor do que está no passado. E quando fazemos uma praça como essa, devolvemos a cidade ao cidadão", afirmou, destacando outras entregas na região, a exemplo da Baixa do Fiscal, das ruas Eduardo Dotto e Iriguassú, lembrando ainda da nova Avenida Suburbana. Na área da saúde, ACM Neto anunciou a construção do posto Teotônio Vilela, prevista pra ter início nos próximos dias.


Esse espaço faz parte do conjunto de 45 praças previstas para serem entregues nos meses de abril, maio e junho, dentro do Ouvindo Nosso Bairro. Os próprios moradores definiram as intervenções que seriam realizadas na área de lazer, modelo também implantado em praças dos finais de linha do Garcia, Mirantes do Periperi e Baixa do Camurujipe, todas já entregues. Esse modelo de participação foi também implantado na Praça Reitor Miguel Calmon, que tem mais de 30 anos sem receber qualquer intervenção do poder público. Nessa área, serão instalados espaço zen, quadras poliesportivas, academia de saúde, anfiteatro, academia de ginástica, parque infantil, pista de cooper, entre outros itens.


Para Marcílio Bastos, mais do que intervenções na área urbanística, essas praças significam uma nova forma de uso do espaço público pela população. “Estamos assistindo a uma transformação em áreas urbanas com a devolução do espaço às famílias. Essa é apenas uma forma de enfrentar os problemas sociais utilizando o poder da urbanização. Isso diminui a sensação de insegurança, através da ocupação dos espaços, e traz mais vida e saúde às famílias, já que implantamos equipamentos que promovem a melhoria da qualidade de vida, transformando essas áreas em locais multiuso. Estamos também diminuindo custos de manutenção com a instalação de equipamentos resistentes”, observa Bastos.​