Paripe.net

Projeto Mutirão Mete Mão arte urbana na comunidade chega em Paripe

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Projeto Mutirão Mete Mão arte urbana na comunidade chega em Paripe
Foto: Reprodução / Mutirão Mete Mão

O projeto “Mutirão Mete Mão” é uma iniciativa de caráter popular que surgiu a partir da grande demanda dos jovens de comunidades e bairros periféricos de Salvador pela cultura urbana.


Fael Primeiro um dos idealizadores e responsável geral do projeto, considerado um dos mais promissores artistas visuais de graffiti da Bahia e do Brasil, irá se unir a músicos já consagrados como DJ Raiz, DJ Pureza, Regivan Santa Bárbara e Dropê Comando Selva, para mobilizar cadeias produtivas da cultura urbana através da troca de experiências entre os artistas e os moradores, usando como ferramenta de transformação, as culturas urbanas do graffiti e do sound system. Com isso, pretendem proporcionar para 800 jovens, uma oportunidade de aprender uma nova arte, estimulando um novo direcionamento na vida.


Nesta última etapa de 20 a 25 de Março, no Colégio Estadual Almirante Barroso, Paripe. Serão disponibilizadas 2 turmas de 20 vagas cada nas 4 oficinas de Graffiti, DJ, RAP e Stencil Art em camisas, para jovens acima de 12 anos. Para se inscrever acesse o site mutiraometemao.com.br


As aulas acontecerão de segunda à sexta. Nos dias de sábado, em uma programação aberta ao público, serão executadas feiras de exposição com stands de artesanato, gastronomia, vestuário e etc, montados com os produtos dos próprios moradores, parceiros e apoiadores de cada bairro e, shows, onde músicos convidados, junto com Fael e os artistas do projeto, comandarão o som do evento em estilo sound system para um público de todas as idades.


Também serão executadas atividades com as crianças e uma live painting, ao longo do evento.
Para sua realização, o projeto conta com o patrocínio da Coelba - Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, através da Lei N.º 7.015, de Incentivo Fiscal do Estado da Bahia, o FazCultura.