Paripe.net

Projeto Vale Luz estará em Paripe nesta terça

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Projeto Vale Luz estará em Paripe nesta terça
Foto: Reprodução | A Tarde

O projeto Vale Luz, que faz a troca de resíduos sólidos recicláveis por descontos na conta de energia, está com três caminhões para atendimento a 30 bairros de Salvador mensalmente.


Nesta segunda-feira, 28, até sábado, 2 de agosto, os caminhões atenderão 18 bairros: Pirajá, Bairro da Paz e Águas Claras (segunda-feira); Paripe, Massaranduba e Sussuarana (terça-feira); Jaguaripe II, Novos Alagados e Bate Facho (quarta-feira); Ilha Amarela, Pernambués e Alto do Peru (quinta-feira); Jardim das Margaridas, Nova Brasília e Bromélias (sexta-feira); Costa Azul, Tancredo Neves e IAPI (sábado).


O horário de funcionamento das unidades nos bairros é das 9h às 15h30, exceto no sábado, quando o atendimento ocorre das 8h30 às 11h30.


Nos caminhões, os consumidores podem fazer cadastro na Tarifa Social de Energia, benefício do Governo Federal que concede descontos de até 65% na conta de luz, e trocar lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas, além de fazer alteração cadastral. Para isso, o cliente deve levar o NIS (Número de Identificação Social), a conta de energia, documento de identificação com foto e CPF original e cópia.


Os consumidores também poderão substituir lâmpadas incandescentes por até quatro lâmpadas fluorescentes compactas, mais econômicas, devendo, para isso, levar quatro lâmpadas incandescentes ou quatro florescentes queimadas, estar adimplente e não ter recebido nos últimos três anos lâmpadas da Coelba.


Além de reduzir o valor da conta de energia, o projeto Vale Luz tem o objetivo de estimular o uso racional dos recursos naturais e minimizar os impactos negativos causados pelo lixo no meio ambiente, estimulando a reciclagem.


São aceitos para reciclagem metal, papel, papelão e plásticos. Alguns cuidados devem ser tomados no momento da coleta. Papéis e plásticos, por exemplo, não podem estar sujos ou molhados. Latas de alumínio devem estar sem areia, pedra ou materiais que comprometam a pesagem. O material recolhido é encaminhado à Camapet - cooperativa de coleta seletiva com sede em Massaranduba.