Paripe.net

Suburbana Verde planta 1.520 árvores da Mata Atlântica

Imagem Responsiva


O projeto Suburbana Verde, que será realizado nesta quinta-feira (23), às 8h30, na Rotatória de Paripe, chega ao plantio de número 1.520. A iniciativa, promovida pela Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis), integra as atividades do megaprograma Salvador 360, eixo Cidade Sustentável. Na ocasião, moradores e comerciantes da região irão plantar as quinze árvores nativas da Mata Atlântica restantes para a conclusão da intervenção.

Por meio do projeto, um corredor verde será formado ao longo da Avenida Afrânio Peixoto, conhecida como Suburbana, desde a Rua Luiz Maria - na Baixa do Fiscal - até a Rotatória de Paripe. Ao todo, 1.520 árvores passam a fazer parte da paisagem dos 14 quilômetros de extensão da via, número que superou a meta inicial de 1,4 mil mudas. Lançado em março deste ano, o projeto teve duração total de cinco meses e será entregue três meses antes do prazo estabelecido.

Ipês, sibipirunas, paus-brasil, paus-ferro, jacarandás e oitis estão entre as árvores que irão se desenvolver no local. “O nosso objetivo com esse grande plantio é dar mais qualidade de vida para quem vive na região do Subúrbio, valorizar a flora brasileira, em especial do bioma Mata Atlântica, e dar preferência às espécies que são mais adaptadas ao nosso solo e clima. Do ponto de vista estético, o resultado só vamos ver daqui a uns quatro, cinco anos, quando, de fato, essas árvores já estarão com as copas maiores e dando sombra. Mas o resultado ambiental já é uma realidade”, destaca André Fraga, secretário da Secis.
 
O Suburbana Verde faz parte do Programa Salvador Capital da Mata Atlântica, que visa promover a arborização da cidade priorizando as espécies nativas desse bioma.

Educação Ambiental - Equipes da Secis, lideradas por um engenheiro ambiental, visitaram toda a região próxima aos plantios para realizar campanhas de conscientização antes e durante a execução da intervenção. Moradores e comerciantes das redondezas foram orientados sobre a importância da arborização urbana, os benefícios do projeto e os cuidados com as mudas. Além disso, também foram realizados mutirões de plantio para engajar a comunidade.

Vandalismo - Têm sido recorrentes casos de vandalismo ao longo da Av. Afrânio Peixoto, trazendo prejuízos para a ação, que teve um investimento municipal de R$ 589 mil. Do total de mudas plantadas, 67 precisaram ser repostas após serem encontradas quebradas ou arrancadas. Além disso, 80 metros de grama, 221 tutores e 152 telas de proteção das árvores foram roubados ou danificados e também passaram por reposição.