Paripe.net

Subúrbio terá projeto para incentivar o reaproveitamento de alimentos

Imagem Responsiva


Subúrbio terá projeto para incentivar o reaproveitamento de alimentos
Foto: Reprodução

O secretário de desenvolvimento, trabalho e emprego, Bernardo Araújo, recebeu nesta segunda-feira (21), em seu gabinete, o vereador Luiz Carlos (PRB). Ele é autor de um projeto que visa incentivar e fortalecer a economia solidária através do reaproveitamento de alimentos que seriam descartados. A proposta foi elaborada a partir de estudos realizados na cidade, em parceria com a Organização Social Comunidade Cidadania e Vida (COMVIDA) de Salvador, tendo como principal objetivo atingir a população urbana sem perspectiva de trabalho e renda.
 

De acordo com Bernardo Araújo, a perspectiva é de que o projeto seja executado a partir de 2017. “A Sedes está aqui para apoiar toda iniciativa que possa trazer o desenvolvimento para a população soteropolitana e, consequentemente, para a cidade”, destaca o secretário. Também participaram do encontro a subsecretária Adriana Campelo e o presidente da ong COMVIDA Valnei Roberto Silva.
 

Para a execução do projeto, o vereador obteve junto ao deputado Márcio Marinho, também do PRB, uma emenda parlamentar no valor de um milhão de reais, que serão utilizados para compra dos equipamentos necessários e instalação de dois galpões: um em Cajazeiras e outro no Subúrbio Ferroviário de Salvador.  "Após identificar as pessoas destas áreas que estiverem em situação de desemprego, iremos capacitá-las para que possam atuar no sistema de cooperativismo. Os produtos utilizados serão principalmente frutas e verduras oriundos das feiras livres, que deixarão de ser descartados, para serem transformados. Podem ser produzidas as cenouretes (mini cenouras), tomates secos, entre outros”, enfatiza o vereador Luiz Carlos.
 

A mesma ideia já foi implementada em Irecê, onde funciona o Centro Público de Economia Solidária (Cesol), espaço multifuncional público, de caráter comunitário, que se destina a articular oportunidades de geração, fortalecimento e promoção do trabalho coletivo baseado na economia solidária.
 

O Cesol do Território de Irecê tem a gestão da Organização Social COMVIDA de Salvador, que tem a meta de ser um instrumento para a consolidação de uma política pública transversal para a economia solidária na Bahia, convergindo diversas ações de formação, assistência técnica, divulgação, comercialização, crédito, expressão cultural e articulação social e política do movimento de economia solidária.