Paripe.net

Trens do Subúrbio estão parados nesta terça-feira (04)

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


O SINDIFERRO – Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Ferroviário e Metroviário dos Estados da Bahia e Sergipe anuncia que os trens do Subúrbio de Salvador, que trafegam da Estação da Calçada a Paripe, não irão funcionar nos dias 04 e 05 de setembro. Cerca de 18 mil pessoas utilizam o transporte diariamente.

Os trabalhadores aprovaram a greve de 48 horas, em assembleia realizada no dia 19 de agosto, na sede do sindicato, em Salvador.

Os ferroviários irão parar por conta da falta de sensibilidade da empresa CTB – Companhia de Transportes do Estado da Bahia, em oferecer, pelo 3º ano seguido, reajuste zero. Outro agravante, é que, com a chegada do VLT/Monotrilho, a CTB e o Governo do Estado caminham a “passos largos” para demitir cerca de 400 funcionários (96 primários e 300 terceirizados).

O SINDIFERRO luta para que esses valorosos empregados sejam aproveitados no novo modal, mas a falta de sensibilidade da Companhia faz com que isso esteja muito longe de acontecer, embora o Governador Rui Costa tenha sinalizado, em suas redes sociais, que os trabalhadores devem permanecer na empresa, mediante a treinamento e capacitação.

Os trens do subúrbio estão sucateados há anos e os trabalhadores seguem operando verdadeiros milagres para não deixar a população suburbana sem o transporte de massa.

O SINDIFERRO lamenta profundamente os transtornos causados aos 18 mil suburbanos, que terão de pagar um valor quase oito vezes maior do que como de costume, pois a passagem do ônibus custa R$ 3,70, enquanto o trem é tarifado em apenas R$ 0,50 centavos.

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva