Paripe.net

Pirajá já conta com mais de 500 imóveis reformados pelo programa Morar Melhor

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Mais 100 famílias soteropolitanas do bairro de Pirajá puderam mudar de vida sem mudar de endereço com a reforma dos seus imóveis executada pela Prefeitura de Salvador por meio do programa Morar Melhor. O prefeito Bruno Reis entregou os imóveis requalificados aos moradores na noite desta quinta-feira, ao lado do titular da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Luiz Carlos Souza.

Esta é a terceira vez que o programa de melhorias habitacionais Morar Melhor contempla o bairro de Pirajá. No total 548 casas já foram reformadas. A cerimônia foi realizada na Rua 24 de Agosto, na comunidade Baixa da Fonte, no bairro. O prefeito afirmou que o impacto do programa é imensurável para os contemplados. 

"Os depoimentos das pessoas que são contempladas são sempre os mesmos: de que a casa não tinha reboco nem pintura, que no inverno sofriam com goteiras, que a cozinha era dentro do quarto e que dormiam ao lado do botijão de gás, correndo até riscos. Infelizmente nossa cidade ainda é muito pobre e esta ainda é a realidade de muitas famílias", contou. 

Para Bruno Reis, a possibilidade de transformar a vida das pessoas investindo na infraestrutura dos lares, sem precisar retirar as pessoas de casa, é o diferencial do programa. "Não há nada mais sagrado para uma família do que a sua casa. É na nossa casa que a gente educa nossos filhos, recebe os vizinhos. Ela é nosso porto seguro. Digo que não há nessa cidade um programa social que tenha um alcance social tão grande quanto o Morar Melhor", concluiu. 

Desde que iniciou suas atividades, em 2015, o Morar Melhor já reformou imóveis em cerca de 300 localidades da capital baiana. Por meio do programa, são executados serviços que vão desde pintura e reboco à colocação de novo telhado, portas, janelas, pia e vaso sanitário.

Janete Guimarães dos Santos, 35 anos, foi uma das contempladas com as melhorias no imóvel em que reside com suas duas filhas e o esposo. A dona de casa contou que sonhou por muito tempo com a reforma do imóvel para dar mais conforto e qualidade de vida às suas pequenas Jamile, de três anos, e Gabriele, 11 anos. Emocionada, ela recebeu o prefeito na residência para agradecer, em nome da comunidade, pela transformação promovida pela Prefeitura através do programa. 

O titular da Seinfra, Luiz Carlos Souza, destacou que o programa veio para dar resposta às demandas das famílias que vivem em condições insalubres. "É uma alegria saber que através do nosso trabalho estamos melhorando a vida das pessoas. O programa é um case de sucesso no Brasil todo e veio para sanar os anseios dos cidadãos. O resultado disso é que chegamos ao patamar de quase 48 mil casas reformadas", pontuou.

Os critérios adotados para contemplar programa são a precariedade dos bairros, baseado em dados do IBGE 2010; maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; maior predominância de pessoas abaixo da linha da pobreza; maior predominância de mulheres chefe de família; maior densidade habitacional e precariedade habitacional obtida pela observação de campo. Não são contemplados imóveis em situação de risco, imóveis de aluguel ou famílias que apresentem renda superior a três salários mínimos.