Paripe.net

Transalvador dá dicas para direção defensiva na chuva

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Com as fortes chuvas que caem em Salvador na manhã desta quinta-feira (21), é importante que os motoristas redobrem a atenção no trânsito, seja devido ao acúmulo de água nas vias, seja pela falta de visibilidade. Para dirigir de maneira mais segura nesses momentos, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) orienta os condutores com dicas para evitar acidentes.

Segundo o gerente de trânsito do órgão, Antônio Néri, a depender da chuva, a pista molhada pode ser um agravante no caso de acidentes. Para evitar um sinistro, a recomendação é manter a distância segura do veículo da frente, estabelecendo uma medida, e observando possíveis obstáculos. No período chuvoso, também é necessário procurar reduzir a velocidade gradualmente, tomando cuidado com as poças d'água, pois os pneus podem perder aderência ao solo e o carro aquaplanar.

Um fator importante destacado por Neri é verificar a saúde dos pneus e evitar andar com eles carecas. É ideal manter sempre o limpador de para-brisas em bom estado, pois isso contribui para impedir possíveis acidentes. Por essa razão, a revisão veicular é sempre recomendada.

Outra dica é ter cuidado com os trechos alagados e evitar ultrapassagens. Em caso de chuva torrencial, procurar abrigo e sair da pista até que a visibilidade seja normalizada.

Caso o condutor vá transitar à noite, lembrar-se de manter os faróis acesos, especialmente os de neblina. De dia, o gerente de trânsito recomenda o farol baixo. "O farol alto não é recomendável nem à noite, a não ser que não haja veículo à frente e a visibilidade esteja baixa".
 
Segurança – Há dez anos dirigindo pelas ruas de Salvador, o condutor Carlos César Boaventura já rodou em diversas linhas de ônibus e prega cautela nos dias de chuva. Ele contou que já passou por situações adversas por conta da imprudência de outros motoristas. Então, está sempre com a atenção redobrada.

O motorista de ambulância Sérgio Santos, de 43 anos, relatou que, em dias de chuva, procura manter a distância de segurança, sinalizando sempre, e respeitando a velocidade das vias para evitar aquaplanar. Como ele dirige um veículo que, por vezes, precisa acelerar o passo devido aos pacientes, Santos diz que a primeira coisa que faz é manter a luz intermitente acesa, para que os outros veículos percebam a necessidade de passagem.

"Como a gente trabalha com veículo de emergência, a gente sempre sinaliza com atenção, fazendo ultrapassagem segura. Trabalhamos com vidas, então o cuidado é redobrado o tempo todo, porque cada dia no trânsito é uma história".

Poças d'água – O gerente de trânsito da Transalvador lembra que a chuva provoca poças de água, principalmente nas pistas laterais. O condutor de um veículo automotivo precisa redobrar a atenção neste caso, pois se for pego usando o carro para jogar água ou outros detritos nos pedestres ou em outro veículo, será punido com uma infração média de quatro pontos, com multa de R$85,15, de acordo com o artigo 171 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Motociclistas – Os motociclistas também precisam tomar cuidado, usando equipamentos de segurança, capacete e capa de chuva protetora, evitar se deslocar na chuva se possível e esperar passar para fazer o trajeto sem problemas. "Até por conta dos buracos na pista, as poças criadas pela chuva podem mascarar buracos mais fundos e provocar acidentes", lembra Neri.