Paripe.net

Transalvador ressalta que direção defensiva colabora para redução de acidentes no período de chuva

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Com as chuvas intensas na capital baiana desde o último domingo (7), a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) está atuando para minimizar os impactos dos pontos de alagamento na fluidez do trânsito. O trabalho visa garantir que os cidadãos possam se deslocar para seus destinos com mais tranquilidade e agilidade.

De acordo com o órgão, é importante que os motoristas fiquem ainda mais atentos ao trânsito durante todo o período de chuvas - que vai de abril a junho -, para transitar com segurança e evitar acidentes. Há quesitos essenciais para dobrar a atenção, explicou o superintendente do órgão, Décio Martins.

"Eu destaco para os condutores a necessidade de respeito à sinalização e aos limites de velocidade neste período mais sensível e enfatizo o cuidado que todos devem ter com os pedestres, muito mais vulneráveis no trânsito. Estamos trabalhando para reduzir os problemas nas vias provenientes das fortes chuvas e a colaboração de cada condutor é indispensável", pontuou.

Além disso, é recomendável verificar regularmente a saúde dos pneus, evitar ultrapassagens em trechos alagados e manter sempre o limpador de para-brisas em bom estado. Em caso de baixa visibilidade na pista, buscar por abrigo até que seja possível trafegar com segurança.

Uma preocupação neste período é com os pedestres que, por vezes, podem passar por transtornos em função de motoristas imprudentes que os molham. O gestor reforça que o gesto, além de desrespeitoso, é infração prevista no Código Brsileiro de Trânsito (CTB) no artigo 171 e gera R$130,16 de multa ao condutor.

Trabalho nas chuvas - Equipes do órgão estão sendo direcionadas aos pontos mais críticos, com monitoramento do trânsito permanente. Os agentes estão dando apoio e realizando a retirada de veículos quebrados, acionando os órgãos municipais de manutenção e limpeza pública, quando necessário. Até o momento, nenhum desvio foi realizado e as principais vias já apresentam sinais de escoamento.

Até o momento os pontos mais críticos de alagamento registrados pelo órgão são na Avenida Paralela (Luis Viana) próximo ao complexo viário do Imbuí sentido Rodoviária e Avenida Artêmio Castro Valente (próximo ao Conjunto Paralela Parque).